13 de junho de 2014

BNDES aprova R$ 4,47 bilhões para construção da Linha 6-Laranja

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou financiamento de R$ 4,47 bilhões ao estado de São Paulo para a implantação da Linha 6-Laranja do Metrô.

A nova linha terá extensão operacional de 13,3 quilômetros e 15 estações, no trecho entre as estações Brasilândia (zona norte) e São Joaquim (zona sul).

O projeto será implantado por meio de uma parceria público-privada (PPP) e o empréstimo do BNDES corresponde a 39,2% do total a ser investido.

O governo do estado arcará com 13,9% e os 46,9% restantes ficarão a cargo da concessionária Move São Paulo, formado por Odebrecht, Queiroz Galvão, UTC Participações e Fundo Eco Realty.

A concessionária vai administrar a Linha 6 por 19 anos após a sua entrega total, até a Estação São Joaquim, prevista para 2020.

Segundo nota enviada pelo BNDES, o projeto inclui também um pátio de manutenção, um estacionamento e a compra de 20 trens.

Durante a fase de implantação, estima-se que serão criados 7,5 mil postos de trabalho diretos e 4,1 mil indiretos.
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).