GREVE GERAL

20 de maio de 2014

Metroviários decretam estado de greve em São Paulo

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo decretou estado de greve em assembleia realizada nesta terça-feira. Estado de greve é a decisão legal que permite uma possível aprovação de greve nos próximos dias no decorrer das negociações com o Metrô.

Outras medidas aprovadas foram a retirada do uniforme dos funcionários que atendem ao público a partir desta quinta-feira - serão usados coletes - e a suspensão das horas extras feitas pelos funcionários.

Os trabalhadores reivindicam 35,47% de reajuste salarial (7,95% referentes a perdas salariais mais 25,5% de aumento real por produtividade), equiparação salarial, 36 horas semanais, reposição do quadro de funcionários e fim da privatização e da terceirização.

TERRA
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).