17 de maio de 2014

Lula diz ser ‘babaquice’ querer que o torcedor chegue de metrô ao estádio

O ex-presidente disse ainda que o país tem que dar “garantia para esse povo assistir ao jogo, comer nossa comida, uma boa comida mineira, baiana, paraense, paulista” | FOTO: Divulgação/Facebook |

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse na sexta-feira (16) ser “babaquice” a ideia oferecer condições para que os torcedores cheguem de metrô aos estádios que vão sediar os jogos da Copa do Mundo. Durante palestra a blogueiros em São Paulo, Lula disse que o brasileiro vai até descalço ver as partidas. “Nós nunca reclamamos de ir a pé (ao estádio). Vai a pé, vai descalço, vai de bicicleta, vai de jumento, vai de qualquer coisa. A gente está preocupado? Ah não, porque agora tem que ter metrô até dentro do estádio. Que babaquice que é essa?”, disse Lula.


O ex-presidente disse ainda que o país tem que dar “garantia para esse povo assistir ao jogo, comer nossa comida, uma boa comida mineira, baiana, paraense, paulista. É disso que nós temos que ter orgulho. Eles vão ver esse povo andando na rua alegre, não é aquele povo sisudo”. Ele, no entanto, disse que não vai assistir os jogos nos estádios. “Eu já tomei a decisão de não ver nenhum jogo (no estádio). Vou ver em casa, né? Porque já que não pode entrar bebida (nos estádios), em casa vou tomar uma cervejinha e ninguém pode reclamar.” O ex-presidente cometeu um equívoco nesta afirmação, já que bebidas alcoólicas foram liberadas dentro dos estádios durante

Dizendo-se orgulhoso pela conquista do direito de sediar a Copa do Mundo e as Olimpíadas, Lula afirmou que não pensou em dinheiro quando optou por concorrer a ser país-sede dos eventos esportivos. “Quando eu pensei isso não pensei em dinheiro, se vai entrar 30 bilhões, 40 bilhões. Eu não pensei nisso.” O ex-presidente afirmou que não se preocupa com a possibilidade de serem mostradas nas TVs internacionais imagens de barracos e mendigos dormindo nas ruas. “Não tenho preocupação nenhuma que mostrem barracos. Podem mostrar quantos barracos quiserem. Não tem que tirar ninguém na rua”, disse o ex-presidente.

“Se tiver ‘nego’ dormindo na rua tem que deixar na rua. Ele é brasileiro igual nós. Se ele tem problema temos que tentar resolver o problema, mas esconder pobre está fora de qualquer cogitação”, completou. De bom humor, Lula disse que não tem receio sobre a realização da Copa do Mundo. “Do que eu tenho medo na verdade? Eu tenho medo de acontecer o que aconteceu com o Uruguai aqui em 1950″, ironizou. Naquele ano, o Brasil sediava a Copa do Mundo e perdeu na final para a seleção uruguaia, no episódio que ficou marcado como a maior tragédia do futebol brasileiro. Ainda usando a ironia, Lula disse que achou “fantástico” saber que a presidente Dilma Rousseff está juntando figurinhas para o álbum da Copa do Mundo. “Agora só falta alguém ensinar a Dilma a bater bafo”. Do site do jornal Estadão.
Comentários
0 Comentários
As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).