25 de janeiro de 2014

Em Itaquaquecetuba, moradores ateiam fogo na linha férrea

Protesto aconteceu após paralisação dos trens da CPTM.
Circulação parou após alagamentos na sexta-feira (24).

Em razão do alagamento que suspendeu a circulação dos trens na linha 12-Safira (Brás-Calmon Viana) da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) na sexta-feira (24), alguns moradores decidiram protestar em Itaquaquecetuba.

Imagens feitas por um cinegrafista amador flagram algumas pessoas montando uma barricada e queimando pedaços de madeira, pneus e papelão. Eles estavam no trecho da linha férrea fica no bairro Aracaré.
A CPTM informou que os trens da linha 12-Safira voltaram a circular às 21h de sexta-feira.

G1

ASSISTA O VÍDEO
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Douglas disse...

Meu Deus!
Por que o povo é tão burro. O trem para de funcionar e eles resolvem protestar destruindo o que já é ruim. Nem o Haddad nem o Geraldo Alckmin usam trem para ir trabalhar. Destruir o transporte pública só causa prejuízo a quem o utiliza. PQP! Porque estes vândalos são tão burros? O valor do conserto sai dos impostos e de quem paga a passagem. Por que, meu Deus, o povo Brasileiro é tão burro? Tão burro!

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).