15 de dezembro de 2013

Projeto aponta expansão da Linha 11 de Suzano até a Estação Barra Funda

A Secretaria de Estado de Transportes Metropolitanos elaborou um estudo para estender a Linha 11-Coral com trens de Suzano até a Barra Funda em 2015. Os passageiros que utilizam o meio de transporte na região poderão sair da Estação Estudantes, em Mogi, fazer baldeação em Suzano e seguir direto até a estação na Capital.

A informação consta no estudo intitulado “Atualização da Rede Metropolitana de Alta e Média Capacidade de Transporte da Região Metropolitana de São Paulo” elaborado com o apoio do Banco Internacional para Reconstrução e Desenvolvimento (Banco Mundial) e do Japan Bank for International Cooperation (JBIC).
O documento prevê ações necessárias para que o transporte metropolitano possa obter um equilíbrio, ou seja, para que não haja concentrações muito grandes de passageiros em uma única linha. A expansão da linha até a Barra Funda será feita em uma única fase.

A secretaria estadual divide a Linha 11 em duas partes. A primeira é entre as estações Estudantes e Guaianazes, e a parte do Expresso Leste, entre as estações Guaianazes e Luz.

Depois de finalizada a modernização, a divisão ficará da seguinte forma: a Linha 11-Coral Expresso Leste (da Estação Suzano à Barra Funda) e Linha 11-Coral Paradora (Estação Suzano a Estudantes).
A mudança da baldeação para Suzano já havia sido anunciada pelo governo do Estado. Inicialmente, a intenção era de que o Expresso Leste fosse até Mogi, porém o projeto teve de ser adiado por conta das passagens de níveis existentes no município mogiano.

Em mensagem no estudo, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) afirma que até 2015 a previsão é que o governo estadual invista R$ 45 bilhões no transporte sobre os trilhos, incluindo as Parcerias Público Privada (PPP).

“O estudo sobre a ‘Atualização da Rede Metropolitana de Alta e Média Capacidade de Transporte’ cumpre importante função dentro de nossas estratégias para melhoria da mobilidade urbana e qualidade devida do povo paulista”, afirma o tucano.

“É um trabalho, contudo, que necessita da parceria de órgãos municipais para que as ações de integração entre modais de transporte e políticas locais de ocupação habitacional estejam sincronizadas com o crescimento das cidades pertencentes à Região Metropolitana”, complementa.

O secretário estadual de Transportes Metropolitanos, Jurandir Fernandes, explica que o estudo faz parte de um planejamento estratégico do transporte metropolitano. “O desafio de implementá-la é tão grande quanto suas dimensões, envolvendo não somente um elevado aporte de recursos financeiros, mas também capacidade de gerenciamento dos empreendimentos, bem como a capacidade do mercado fornecedor de obras, equipamentos e serviços de responder a esse desafio”, explica em mensagem.

Ele afirma que o investimento para que esses estudos possam sair do papel pode vir por meio de PPP.
“Esses estudos têm como objetivo promover uma melhor distribuição de atividades na cidade visando mitigar os desequilíbrios atuais e tendenciais através de um melhor aproveitamento do solo no entorno do sistema sobre trilhos, utilizando instrumentos já previstos no Plano Diretor Estratégico (PDE) da cidade de São Paulo”.

Diário de Suzano

Curta nossa página no facebook

As notícis veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do Blog Diário da CPTM
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).