27 de dezembro de 2013

O trem-publicitário de R$ 200 milhões do governador Alckmin


Foto: Vanessa Carvalho/AE

Dizem que o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin, não quer ver nem trem de brinquedo na frente. Dizem, também, que uma mentira contada várias vezes pode se transformar em verdade. Por isso, para tentar desviar do “trensalão” – apelido “carinhoso” que o escândalo envolvendo as administrações do PSDB à frente do governo paulista e licitações de trem do Metrô e da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) ganhou nas redes sociais –, o governador contratou não apenas uma, mas logo três agências de publicidade para a hercúlea missão de mostrar o que não é.

Governador paulista quer ficar bem na fita

Por isso, os contribuintes paulistas, mais do que ganhar transporte público de qualidade, confortável e regular, ganharam de presente noel de Alckmin uma enxurrada de caras peças publicitárias, em horário nobre televisivo e outros meios, para mostrar que o governador é um bom moço. E para dar mais confiabilidade à mensagem, ao seu lado lhe sorri uma esposa afável e sorridente. Como se tudo estivesse indo as mil maravilhas. Só quem depende do Metrô e dos trens da CPTM todos os dias em São Paulo sabe que o buraco é bem mais embaixo, e profundo.

As agências Propeg, Lua Branca e Nova SB, as contratadas-beneficiadas, falarão sobre os trenzinhos alckmistas. O objetivo é massificar a ideia de que Alckmin é um bom governador às portas do início da campanha à reeleição em 2014. “Para isso, a verba de publicidade, que era de 100 milhões de reais, dobrou”, informou, no início de dezembro, na revista Veja, o colunista Ricardo Setti.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).