18 de dezembro de 2013

Metrô de São Paulo é referência em acessibilidade



Equipado com rampas, corrimãos, piso tátil e comunicação em braile, sistema oferece conforto e segurança aos deficientes

O Metrô de São Paulo é a escolha de muitos paulistanos com mobilidade reduzida para o deslocamento diário, que se torna mais rápido e seguro com a acessibilidade oferecida pelo Metrô. "Uso o metrô todos os dias para ir trabalhar, estudar, fazer compra, enfim, tudo no meu dia-a-dia. Quando fui alugar uma casa aluguei só porque tinha metrô perto", conta o advogado Daniel Monteiro, sempre acompanhado de seu cão-guia.

Assim como Daniel, os deficientes visuais conseguem se locomover de maneira independente, por conta do piso tátil e da comunicação em braile. As estações são equipadas com elevadores, rampas, corrimãos e escadas rolantes, e todos os trens possuem assentos especiais para pessoas com deficiência e espaço para cadeirantes.

A vendedora e universitária Michele Balderama é cadeirante e prefere o metrô ao carro. "Acho [o metrô] super acessível. Tive a oportunidade de comprar carro, mas, com o trânsito de São Paulo, é bem mais fácil usar o metrô", diz.

Até 2014, o metrô vai investir R$ 83 milhões, destinados exclusivamente para a acessibilidade. "Eu preferi o metrô de São Paulo ao de Nova Iorque (...) ele está bem à frente quando a gente fala em acessibilidade", atesta o advogado.

"Pode vir com segurança, pode frequentar o metrô e, se você tiver medo, sempre vai ter um funcionário pronto para te atender", destaca Michele.

Do Portal do Governo do Estado

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).