24 de outubro de 2013

Passageiros dizem que Bilhete Único ficou 'sem saldo' após falha

Após falha no sistema do Bilhete Único na manhã desta quinta-feira (24), passageiros afirmaram que ao tentar passar o cartão em catracas viram a mensagem "sem saldo" mesmo quando havia créditos suficientes.

Em nota, a  São Paulo Transporte (SPTrans) informou que está verificando o que ocorreu com os créditos no Bilhete Único e disse que "não haverá prejuízo a nenhum usuário".

O Metrô informou que um problema impediu a aceitação do Bilhete Único em estações nas linhas 1- Azul, 3-Vermelha e 5- Lilás. Por meio de sua assessoria, o Metrô afirmou que técnicos especializados e representantes da SPTrans estavam reunidos por volta das 11h15 para apurar o que ocasionou a falha no Bilhete Único. Anteriormente, o Metrô havia informado que o problema era decorrente de uma atualização no software do sistema.

A auxiliar de cobrança Ana Lúcia José da Silva, de 48 anos, tentou usar o Bilhete Único duas vezes, na estação Itaquera e em uma lotação, mas não conseguiu.

"Passei o maior vexame porque meu bilhete tinha crédito que a empresa coloca. Até transpirei de tanto constrangimento. Agora, eu peguei o Bilhete Único da minha irmã pra poder ir trabalhar", afirmou.

O passageiro Wladimir de Castro Giglio afirmou que ao passar seu cartão "o validador surrupiou" todos seus créditos. "Não tem como ter usado mais de R$ 200 da noite para o dia. No telefone de informações 156, não conseguiram resolver", disse.
Passageira diz que só conseguiu passar bilhete em uma catraca  (Foto: Letícia Macedo/ G1)


A auxiliar de limpeza Roseni Honorário, de 24 anos, precisou testar seu bilhete em quatro catracas antes de conseguir embarcar na estação Artur Alvim, pouco antes das 5h.

"Tinha muita gente reclamando. Eles só liberavam depois de testar em várias catracas. Eu passei em quatro. Dava que estava sem crédito. Só na última funcionou", disse. Ela afirmou que ainda tem pouco mais de R$ 8 reais de crédito.

Já o motorista Carlos José da Silva Santos, de 37 anos, nem chegou a utilizar o bilhete único nesta manhã. "Quando cheguei umas 7h, as catracas estavam todas liberadas. Foi bom porque a fila para embarcar estava lá embaixo", contou.

A auxiliar de enfermagem Karem Vogal, de 22 anos, teve problemas para embarcar na estação Artur Alvim, pela manhã, e na Sé, pouco depois das 11h. "Eu tive que tentar passar em varias catracas. Como não deu certo, eles liberaram na Artur. Agora na Sé deu o mesmo problema. Eu vim correndo ver se ainda tenho crédito,mas esta tudo normal. Minha irmã tinha R$ 5 de crédito, que desapareceram, por isso, fiquei preocupada", disse.

Uma outra passageira disse ao Bom Dia São Paulo que o seu crédito foi zerado após utilizar o seu bilhete na estação Liberdade, da Linha 1-Azul. Ela disse ter sido orientada a ligar para o 156 para que a SPTrans possa fazer a correção.

Segundo o Metrô, em princípio, a falha fez com que os bloqueios indicassem erroneamente que os bilhetes estavam sem crédito. O Metrô informou, porém, que o caso deve ser apurado. Às 8h, a utilização do bilhete nas seis estações da linha 5, que apresentaram falhas, já tinha sido normalizada. Nas linhas 1 e 3, a situação foi normalizada pouco mais tarde. O levantamento de quais estações foram atingidas não havia sido divulgado.

Na linha 3-Vermelha, o problema prejudicou passageiros nas estações Artur Alvim e Itaquera, na Zona Leste, como mostrou o Bom Dia São Paulo. Nos bloqueios, apenas os passageiros com o Bilhete Único que apresentava falhas tinham o embarque liberado. Porém, a medida não impediu que longas filas se formassem na entrada da estação Artur Alvim. Por volta das 7h, as catracas foram totalmente liberadas nessa estação e as filas começaram a diminuir.

G1
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).