9 de outubro de 2013

Obra da Linha 5 do Metrô de SP causa vazamento em prédio

O terceiro subsolo de um prédio comercial no número 2.120 da avenida Ipirapuera, na zona sul de São Paulo, apresentou fissura e grande vazamento de água barrenta na manhã de terça-feira. Segundo o Metrô News, condôminos e funcionários do imóvel disseram que as obras da futura linha 5-Lilás do Metrô, que ligará a Chácara Klabin ao Largo Treze, foram as responsáveis pelo acidente. Um dos funcionários do condomínio chegou a afirmar ao jornal que o buraco no subsolo foi provocado por um tatuzão - uma escavadeira gigante usada para construir os túneis das futuras linhas do Metrô). 
O Metrô, por sua vez, diz que o incidente no prédio não tem qualquer ligação com o Tatuzão, que estaria a cerca de 1.200 metros do local. Segundo a empresa, a rede para retirada de lama e água das obras passam por baixo do edifício. Nesta terça-feira, a vazão do material superou a capacidade de fluxo da rede, que acabou transbordando. O Metrô reiterou que não houve qualquer dano. 

Terra 

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).