10 de outubro de 2013

Alckmin compara linha 4 a "trem-fantasma" para falar sobre eficiênciado Metrô

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, comparou na manhã desta quinta-feira (10), durante Fórum de Mobilidade Urbana realizado em São Paulo, a linha 4-Amarela do Metrô com um "trem-fantasma" para exaltar a eficiência do transporte de São Paulo durante a sua gestão. O governador enfatizou que graças à tecnologia da linha amarela já é possível ter maior agilidade e eficiência no metrô da capital

— A linha 4 é como um trem fantasma, sem operador. Já conseguimos fazer um intervalo de 85 segundo entre um trem e outro com a tecnologia empregada nesta linha.

Alckmin aproveitou para enfatizar o que o Governo do Estado tem feito para melhorar e desenvolver a mobilidade urbana na capital e na Grande São Paulo. Ele detalhou as diversas obras que estão em andamento na cidade, apresentando números que comprovam a urgência no aumento da malha ferroviária em São Paulo.

— Em 20 anos, o Metrô dobrou o número de passageiros transportados de 2,3 milhões para 4,7 milhões. Já a CPTM, passou de 700 mil para 2,7 milhões.

O governador disse também que o padrão adotado no trecho do rodoanel Norte — que está com seis frentes de obras simultâneas e conta com obras anexas do Ferronael — é o modelo que poderá retirar o transporte de cargas da cidade de São Paulo. A circulação de caminhões dentro da capital ainda é um dos maiores problemas do trânsito da cidade. 

R7

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).