9 de setembro de 2013

Com atraso, Estação Vila Aurora da CPTM é aberta na zona norte de SP

Nesta segunda-feira, 9, o governador Geraldo Alckmin inaugurou a estação Vila Aurora, na Linha 7 - Rubi, da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que liga o bairro da Luz até o município de Jundiaí. "Metade dos 20 trens da Linha 7 já são novos, com ar condicionado, e nós teremos todos os trens novinhos", disse o governador.

Localizada entre Jaraguá e Perus, a nova estação vai atender os moradores dos bairros Cidade D´Abril, Jardim Ipanema, Vila Santa Lucrécia, Parque das Nações Unidas, Conjunto Habitacional Voith e Parque Jaraguá. Estima-se que inicialmente circulem no local cerca de 20 mil pessoas.

Com investimentos de R$ 40,3 milhões do Governo do Estado, a estação Vila Aurora terá total acessibilidade para deficientes físicos, com elevadores, piso e rota táteis, comunicação em braille, corrimãos e rampas adequadas, além de banheiros comuns e para deficientes.

A Vila Aurora conta ainda com bicicletário com capacidade para 144 vagas, sistema de capacitação de águas pluviais para reuso e a parte externa recebeu um plantio de árvores e trabalhos de paisagismo.

Obras de Modernização

Seis linhas da CPTM estão passando por modernização. A Linha 7 - Rubi, por exemplo, está com obras de infraestrutura, com a implantação de novos equipamentos de via permanente, sistema de sinalização, rede aérea e energia.

"As estações serão todas reformadas. Agora em dezembro, a primeira estação será Franco da Rocha, depois entregaremos Francisco Morato e Jaraguá, todas já estão em obra. Campo Limpo, Botujuru, Água Branca e Lapa aguardam licitação", concluiu Alckmin.

Foto:  Henrique Gonçalves
Do Portal do Governo do Estado

Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Anônimo disse...

Mentira descarada isso aí que a linha 7 possui metade da sua frota em trens novos !! A maioria dos trens estão em circulação há mais de 30 de anos e os novos que são rarismos (no máximo 4) só circulam em horário de baixo fluxo de pessoas. E nem precisa comentar sobre a condição da viagem, praticamente obrigam as pessoas a se manter em pé durante 50 minutos dividindo um quantidade de espaço que os mantêm intactos, sem sequer poder se mexer. Isso sem contar que no trecho de Francisco Morato a Jundiaí o intervalo de um trem para outro é de no mínimo 15 minutos. Até quando isso heim?? :P

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).