16 de setembro de 2013

Alckmin volta a garantir o Metrô até Taboão da Serra

O governador Geraldo Alckmin voltou a garantir a extensão da linha 4 do Metrô até Taboão da Serra. Durante o evento no Cemur, na última sexta-feira, dia 13, Alckmin disse que o Governo do Estado “corre” com o projeto básico e com o funcional para abrir a licitação para o início das obras que trará o Metrô até Taboão da Serra, levando pela primeira vez a rede metroviária para outra cidade, além de São Paulo.

Alckmin disse que a região já começara a se beneficiar com outras estações do Metrô que ficarão próximas. “Vamos entregar a estação Morumbi, na esquina da avenida João Jorge Saad com a Francisco Morato, ali vai ser a estação Morumbi, estamos mandando bala para entregar em 15 meses. Em seguida a estação Vila Sônia, essa é maior ainda, tem a questão do terminal de ônibus, então ela é maior, estamos correndo para entregar”, disse.

O governador não precisou uma data para a chegada do Metrô em Taboão da Serra, mas disse que a extensão está garantida nos planos do Governo do Estado. “Estamos correndo com projeto básico e com o projeto funcional para prolongar a linha 4 até Taboão da Serra. Pela primeira vez o Metrô vai sair de São Paulo, e vai ter mais duas estações, uma próximo da divisa e outra perto do Shopping, então vamos ter mais duas estações”.

O prefeito Fernando Fernandes disse em entrevista ao Portal O Taboanense que vem mantendo constantes reuniões com representantes do Metrô. “Existe algumas questões técnicas para que se possa definir o local as estações, mas eles estão trabalhando nos projeto básico e no funcional, que é obrigatório antes de abrir a licitação”.

A deputada Analice Fernandes também afirmou que o Metrô vem trabalhando na expansão da linha 4 até Taboão da Serra. “Já tivemos várias reuniões com a secretaria de Transporte e estamos acompanhando de perto, os projetos estão bem encaminhados e Taboão da Serra será contemplada com o Metrô”, disse.

Projeto

A linha 4 do Metrô que irá atender os moradores de Taboão da Serra e região é uma das mais modernas da América Latina. A primeira novidade é que os trens circulam sem operadores, todas as manobras são controladas do pátio Vila Sônia. Todos os vagões têm passagens livre entre os trens, possibilitando mais conforto e evitando aglomerações nos horários mais movimentados. Os trens possuem também ar-condicionado, som ambiente e painéis informativos eletrônicos.

Outra boa novidade é que cada parada terá pontos de conexão a internet wi-fi (sem fio) gratuitamente para os usuários do Metrô. Já dá pra navegar enquanto se espera o próximo trem, que o Governo do Estado promete que será bem curto entre as viagens. Um moderno sistema de segurança com paredes de vidro vão impedir que os usuários sofram acidentes nas plataformas. Essas paredes se abrem apenas com a chegada dos trens.

Fonte: Portal O Taboanense
Comentários
2 Comentários

2 comentários:

Anônimo disse...

Quinze meses p/ conclusão de uma obra que já podia estar pronta desde que se fez a linha, cerca de 4 anos atrás. Nova licitação, estudos de impacto ambiental, tudo consumindo mais dinheiro público.

Anônimo disse...

A ta, se pra entregarem a estação Morumbi mandando bala irão demorar 15 meses ! Imaginem as duas estações que vai até o Shopping Taboão ? Se continuarem nesse ritmo de trabalho mandando bala ! Daqui uns 15 anos elas serão inauguradas....kkkkk

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).