28 de agosto de 2013

Estação Suzano: Novos imóveis no centro são demolidos pela CPTM



No local onde havia prédios comerciais será construída uma nova passarela para a estação


A Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) deu andamento ontem a demolição dos 17 imóveis localizados no lado direito da rua Doutor Prudente de Moraes, sentido Mogi das Cruzes, e no início da rua General Francisco Glicério, na região central de Suzano. Na noite de anteontem, os operários da empresa responsável pelos serviços retiraram as fachadas dos antigos comércios instalados na esquina entre as duas vias. O espaço será desocupado para que um novo acesso à estação de trem seja construído no local.

A demolição dos imóveis, feita durante a madrugada de ontem, pegou muitas pessoas que passam pelas ruas centrais de surpresa. O Dat esteve no local ontem e conferiu que a fachada de outros sete imóveis ainda serão retiradas. As árvores plantadas no local também deverão ser removidas em breve.

Conforme o Dat divulgou em maio, o governo do Estado contratou uma empresa para prestar serviços técnicos de engenharia necessários para demolição dos imóveis remanescentes das desapropriações feitas em função das obras de reconstrução da estação de trem de Suzano.

Segundo dados que constam na placa instalada no local, o custo da contratação é de R$ 434,3 mil e o prazo de conclusão é de seis meses. Os imóveis eram usados por comércios e foram desocupados no ano passado.


Projeto
De acordo com a assessoria de Imprensa da empresa estatal, as demolições foram iniciadas no dia 7 de maio. No total, serão derrubados 17 imóveis e no espaço será construído o acesso sul da Estação Suzano. Desta forma, os usuários não terão que atravessar a rua Doutor Prudente de Moraes para embarcar nos trens da CPTM.

Balanço
Foram necessárias cerca de 40 desapropriações para a construção da nova estrutura de embarque e desembarque de passageiros de Suzano. O processo de retirada dos ocupantes dos imóveis foi bastante demorado, já que muitos proprietários não concordaram com os valores oferecidos pela CPTM e recorreram à Justiça. Essa situação fez com que os trabalhos no local fossem iniciados, de fato, somente no ano passado. A previsão é de que as obras sejam concluídas em 2014.
Fonte: DAT
Cibelli Marthos De Suzano
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).