24 de junho de 2013

Estado prevê malha com 100 km de metrô em 2014

Principal pilar de sustentação da campanha de reeleição do governador Geraldo Alckmin para a área de mobilidade urbana, o plano de expansão do Metrô prevê aumentar de 74,3 quilômetros para mais de 100 quilômetros a malha metroviária da Região Metropolitana até o fim de 2014.

Segundo o governo do Estado, são quatro frentes na primeira etapa do projeto, que não envolve ainda a Linha 18-Bronze, do Grande ABC.

No cronograma estão o prolongamento da Linha 5-Lilás, ligando Santo Amaro à Estação Chácara Klabin, na Linha 2-Verde; a construção da Linha 15-Prata, de Vila Prudente para Cidade Tiradentes; instalação da Linha 17-Ouro, do Morumbi ao Jabaquara, passando pelo Aeroporto de Congonhas; e a segunda fase da Linha 4-Amarela, terá as estações Higienópolis-Mackenzie, Oscar Freire, Fradique Coutinho, São Paulo-Morumbi e Vila Sônia.

Atualmente a Linha 4-Amarela funciona com algumas estações, como República e Paulista. O aumento de linhas será de 12, 8 quilômetros, com 11 novos terminais.

A Linha 5-Lilás está em execução desde maio de 2011 e, na etapa inicial do plano de expansão, conta com as estações Adolfo Pinheiro e Largo Treze. A segunda parte, prevista para 2016, incluirá os terminais Alto da Boa Vista, Borba Gato, Brooklin, Campo Belo, Eucaliptos, Moema, AACD-Servidor, Hospital São Paulo, Santa Cruz e Chácara Klabin.

COMPARAÇÃO

 Embora haja em todo o projeto andamento para expandir o sistema, a rede metroviária de São Paulo é uma das menores em relação às principais cidades do mundo.

A maior estrutura de metrô do planeta está em Londres, na Inglaterra, com 415 quilômetros de trilhos. Em seguida estão Nova Iorque, nos Estados Unidos (398 quilômetros); Madri, na Espanha (283 quilômetros); Paris, na França (211 quilômetros); Cidade do México (201 quilômetros) e Tóquio (195,1 quilômetros).

A malha paulistana, inclusive, é menor do que a de Santiago, no Chile, que possui 84 quilômetros de linhas. Só supera a de Buenos Aires, na Argentina, que tem 44 quilômetros.


Rafael Rocha
Do Diário do Grande ABC 

Curta nossa página no facebook

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do Blog Diário da CPTM
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).