22 de maio de 2013

Metroviários de SP podem decretar estado de greve nesta quarta-feira

Entre as reivindicações estão a reposição salarial de 7,3% e o aumento real de 14%; sindicato também lançou uma petição contra o aumento das tarifas

Os metroviários de São Paulo podem decretar estado de greve ainda nesta quarta-feira (22), após reunião que será realizada na sede do sindicato da categoria, em São Paulo. Entre as principais reivindicações dos trabalhadores estão a reposição salarial de 7,3%, aumento real de 14,16% e o reajuste de 24,3% no vale-refeição.

De acordo com o sindicato, algumas reivindicações já foram descartadas pelo Metrô. Entre elas, a equiparação salarial, o plano de carreira e a readmissão dos trabalhadores demitidos em 2007.

Além disso, o sindicato dos metroviários também lançou uma petição pública contra o aumento das tarifas do transporte público proposto pelo governo do estado e pela prefeitura de São Paulo. O reajuste da Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô), da Companhia Paulista dos Trens Metropolitanos (CPTM) e dos ônibus municipais será no dia 1º de junho.

O governador Geraldo Alckmin e o prefeito Fernando Haddad disseram que o valor do reajuste das tarifas será definido até o próximo sábado (25), data limite para que os governos estadual e municipal enviem suas propostas de reajuste para a Assembleia Legislativa e para a Câmara Municipal. Os valores precisam ser apreciados pelo Poder Legislativo.

Segundo o sindicato dos metroviários, a passagem do Metrô pode passar dos atuais R$3,00 para R$3,40. O aumento representaria um reajuste de 13,3%, maior que a inflação acumulada desde fevereiro do ano passado, que foi de 8,9%. No entanto, o percentual não foi confirmado oficialmente.

Manifestação

Diante do aumento das tarifas, o movimento Passe Livre São Paulo faz uma convocação no Facebook para um ato que será realizado no dia 06 de junho. A concentração será às 17h em frente ao Teatro Municipal (próximo ao metrô Anhangabaú), em São Paulo.

http://www.brasildefato.com.br

Curta nossa página no facebook

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do Blog Diário da CPTM
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).