14 de maio de 2013

Metrô de SP realiza operação para evitar tumulto em horários de pico

Mais de 4,5 milhões de pessoas circulam pelos trens por dia.
Funcionários dizem que superlotação é o grande problema.

Para evitar tumultos nos horários de pico no Metrô de São Paulo, dezenas de funcionários e agentes de segurança são remanejados diariamente para a chamada Operação Plataforma. De 2010 a 2012, o número de passageiros no Metrô cresceu 70%. Hoje, mais de 4,5 milhões de pessoas circulam por dia pelos trens.
“Gostaria que fosse mais tranquilo, que a pessoa fosse numa situação mais confortável, mas como o sistema está cheio até às 9h, a gente faz o que pode. Tento conscientizar o pessoal a não embarcar, aguardar o próximo, mas, às vezes, não obtenho sucesso o pessoal tenta embarcar”, conta o funcionário Ilton Felisberto.

A superlotação nos horários de pico é o maior problema, segundo o agente de segurança Isaías Veríssimo. “Acho que o maior problema que nós enfrentamos hoje é a superlotação e a gente procura, na medida do possível, orientar o usuário para ele ter o melhor fluxo dentro do sistema por mais difícil que pareça ser”.
São Paulo tem hoje 74 km de metrô para transportar 4,5 milhões de passageiros. São 62 mil passageiros por quilômetro. Em 2014, a previsão é que a malha suba para 101 km.

A cidade de Nova York, nos Estados Unidos, tem 3.369 km de metrô e transporta 14 mil passageiros por quilômetro.  Já a Cidade do México tem 201 km e transporta 20 mil passageiros e Santiago do Chile tem 103 km e transporta 24 mil passageiros por quilômetro.

G1

Assista o vídeo 
Comentários
1 Comentários

Um comentário:

Anônimo disse...

Acho poderia se pensar em trem urbano de dois andares! Nos Eua existem de trens de viagem entre cidade que possuem dois andcaares!

Outras ideias simples para aumentar o fluxo de pessoas e um menor tumulto na Estaçã da Luz é a retirada de algumas catracas q não sei pq ainda existem lá! As únicas catracas q deveriam existir era na entrada (para pagar) e só! Muito burro quem inventou catraca no meio das estações de metro e trem.

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).