18 de abril de 2013

Obras nas estações Estudantes e Mogi das Cruzes começam este ano

Estação Mogi deve mudar de lugar para se integrar ao terminal Central com passagem subterrânea
De acordo com a estatal, a empresa Vetec Engenharia, vencedora da licitação, está desenvolvendo os projetos executivos das duas estações

A reforma e construção das duas novas estações ferroviárias - Estudantes e Mogi das Cruzes, na área central da cidade - devem ter início ainda este ano, segundo a Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

De acordo com a estatal, a empresa Vetec Engenharia Ltda, vencedora da licitação, está desenvolvendo os projetos básico e executivo das duas estações. A estimativa é de que eles sejam concluídos em breve para que, no segundo semestre, seja aberta a concorrência pública para contratação da empresa responsável pelos trabalhos, estimados em R$ 70 milhões.

O projeto básico elaborado pela Prefeitura de Mogi das Cruzes - e que foi aceito pela estatal - propõe a construção de uma passagem subterrânea entre o terminal de ônibus da Prefeitura, no Centro Cívico e a Rodoviária Geraldo Savone, no Mogilar. Como cada obra leva em torno de 13 a 24 meses para conclusão, estima-se que todo serviço seja concluído até meados de 2015.

Já a Estação Central, segundo consta no projeto da Prefeitura, terá demolição total da atual estrutura e a construção de uma nova estação ferroviária, numa distância de 150 metros. O objetivo é que fique mais próxima do Terminal Central.

Há ainda a proposta de implantação de passagens subterrâneas - na Cabo Diogo Oliver e Dr. Deodato Wertheimer - para eliminar as cancelas e melhorar a mobilidade urbana, tanto para veículos como para pedestres, especialmente aos cadeirantes, que poderão utilizar escadas rolantes e elevadores. Para os deficientes visuais há a proposta de implantar piso podotátil desde a entrada até a saída das estações.

Na área entre as passagens subterrâneas e no terreno de 2 mil metros quadrados, ocupado atualmente pela estação Mogi das Cruzes, deverá ser construído um espaço comercial, uma espécie de shopping com praça, obra que poderá ser feita por meio de uma PPP (parceria público-privada). Esta última etapa ficará sob responsabilidade da Prefeitura.

Brás Cubas e Jundiapeba

As estações de Brás Cubas e Jundiapeba também devem ser reformadas. De acordo com a CPTM, o projeto funcional das estações já foi concluído e, no momento, são elaborados os editais para licitação dos projetos básico e executivo.

DAT
Noemia Alves
Da Reportagem Local


As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do Blog Diário da CPTM
Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

As notícias veiculadas acima, na forma de clipping, são acompanhadas dos respectivos créditos quanto ao veículo e ao autor, não sendo de responsabilidade do blog Diário da CPTM.
Observações:

  • Último trem do terminal de Jundiaí para Francisco Morato tem partida programada às 23h30.
  • A transferência entre linhas é garantida desde que o usuário esteja em sua última estação de transferência até as 00h. Para mais informações, confira o Regulamento de Viagem. ​​​​
De domingo a 6ª feira, das 4h à meia-noite, e aos sábados das 4h à 1h (sentido único, do centro de São Paulo para os bairros e municípios da Região Metropolitana).